Páginas

sexta-feira, 1 de maio de 2015

Seminário | Iluminação



CPI e as Novas Perspetivas em Relação ao Futuro

Samuel Fernandes (Centro Português de Iluminação) 

Os problemas e as soluções  da actualidade nos campos do planeamento regional e urbano, da arquitectura e do design em todos os seus campos semânticos já só fazem sentido se forem colocados e resolvidos no espaço do "Laboratório Urbano", que é um espaço sem paredes onde todos os intervenientes da urbe participam ou podem participar de forma responsável, transversal e criteriosa num ciclo circadiano onde o dia é considerado nas suas 24 horas. É aqui que o Centro Português de Iluminação pretende começar a actuar, em rede, de forma a tentar resolver os vários desafios, gerais e específicos, que se lhe irão apresentar num futuro muito breve.


Poluição luminosa e eficiência energética na iluminação.

Pedro Telhado (ASTRATEC) 

Poluição luminosa é tudo o contamina o meio envolvente de forma desnecessária e com consequências nefastas para o ambiente, fauna, flora e seres humanos, desta feita com luz. Como todas as formas de poluição, há consequências visíveis e invisíveis, conhecidas e desconhecidas, imediatas e futuras, reversíveis e irreversíveis. É uma forma de poluição como tantas outras, perigosa como tantas outras, mas infelizmente pouco conhecida, discutida e divulgada, aumenta todos os dias e todos nós contribuímos para ela. Vou descrever em que consiste, quais as consequências e caminhos para a sua contenção e redução. A poluição luminosa contribui negativamente para a eficiência energética na iluminação. O que é a eficiência energética, qual a sua importância na sustentabilidade na iluminação? Quem pode e deve garantir uma maximização da eficiência energética. Vou descrever o actual enquadramento técnico, normativo e regulamentar do tema e, como se deve adequar e adaptar com qualidade ao seu utilizador, o Homem.

CV - Samuel Roda Fernandes (CPI) Licenciado em Arquitetura pela Faculdade de Arquitetura da UTL e doutorado em Reabilitação Arquitectónica e Urbana pela Universidade de Sevilha. Frequentou o Curso de Design Gráfico no AR.CO e o curso de Matemática da Universidade de Évora. Professor da cadeira de Desenho I no curso de Arquitetura da Universidade Lusíada de Lisboa. Colaborou no Gabinete das Novas Instalações da UTL, com a A.D.R. – Agência de Desenvolvimento Regional, Lda. e com a Fundação Castelo do Crato. Foi membro da direção da Extra]muros[ e da Criaactividade onde desenvolveu vários projetos culturais. Coordenou e participou na “Lisboa – Capital do Nada”, “Luzboa – Bienal Internacional da Luz em Lisboa”, “Projetos-Memória XXX Anos – As Operações SAAL”, “Sinais – A cidade habitada” (um projeto de sinalética participada com os moradores de Marvila), produziu ainda vários trabalhos de arquitetura, iluminação e intervenção artística urbana, assim como participou e organizou vários ateliês, workshops, debates e conferências, nacionais e internacionais nas áreas da Luz e Iluminação, Arte Pública, Arte Urbana, Desenho Urbano e Mobilidade, participando ainda em várias exposições individuais e colectivas como curador e artista. Atualmente é presidente da direção da Criaatividade Cósmica - Associação Cultural que procura ter uma intervenção eticamente fundamentada em questões relativas ao meio urbano e à divulgação científica, cultural e artística. É ainda Presidente do Centro Português de Iluminação e responsável pelo Lab.Lux do Centro de Investigação – Território, Arquitetura e Design da Universidade Lusíada.

CV - Pedro Telhado (Astratec, CEO, desde 1985). Formação: Engenharia Mecânica, Ramo de Produção, Instituto Superior Técnico de Lisboa. 1979 –1985 | Programa Avançado de Gestão para Executivos, Univ Católica Lisboa. 2000–2001 | LightingProject, Sylvania(Geneva) 1987 | Várias formações de iluminação, com todos os parceiros da Astratec. Actividade Profissional e Empresarial: 1980-1987_ Actividade na áreacomercial | 1987 -1989_ Sylvania, Director de Marketing | 1989 -1995_ Ramilux, Director Geral, DivisãoTécnica. Actualmente: Astratec, CEO, desde 1985 | Complai, Presidente do Conselho de Administração, desde1999 | CGS, detém100% da Astratec e Complai. CEO, desde2003 | L2L –CEO e Lighting Designer Sénior, desde2010 | CPI -Centro Português de Iluminação, Fundador, sócio nº1 e Vice Presidente de 2006 a 2015.





Sem comentários:

Enviar um comentário