Avançar para o conteúdo principal

Diário Fotográfico de um Fulbrighter


Desafiámos Paulo Guilherme Santos, a viver em Pittsburgh (EUA) como estudante visitante na CMU, no âmbito de uma bolsa Fulbright, a fazer um diário fotográfico da sua estada na cidade. Periodicamente partilharemos as fotografias que nos enviar, ao ritmo da sua disponibilidade, da sua vivência da cidade e da experiência académica, no instagram e facebook da Biblioteca.

Paulo Guilherme Santos é estudante de Doutoramento na FCT-NOVA e na Universität Tübingen (Alemanha). A sua área científica é a Lógica Matemática, mais concretamente a teoria da demonstração. Neste momento encontra-se em Pittsburgh como estudante visitante na CMU, no âmbito de uma bolsa Fulbright. 

Esta iniciativa insere-se nos 10 anos do American Corner da Biblioteca da FCT NOVA. 

Diário Fotográfico de um Fulbrighter (1)

A Learning Cathedral é um edifício monumental dos anos 30 do séc. XX e é o centro nevrálgico da Pittsburgh University. É de realçar os traços de neo-gótico e de vários apontamentos de Art Deco; é um deleite ter um edifício desta magnitude dedicado ao conhecimento.

Foi um marco estar na América e assistir à mudança de Presidente!


Pittsburgh é uma cidade incontornável para os amantes de Art Deco, este edifício é um excelente exemplo desse estilo arquitectónico.

Diário Fotográfico de um Fulbrighter (2).


Um caminho entre a CMU e um parque natural convida os transeuntes a admirar a neve que caiu após uma tempestade.

O “edifício-irmão” da Biblioteca da FCT-NOVA, a Hunt Library da CMU.

Tal como em grande parte do Mundo, também a CMU está a funcionar maioritariamente à distância, o que leva a que muitos dias sejam passados em isolamento; como se pode ver na foto, isso não impede que contemple a neve que caiu após uma tempestade.

Após a tempestade vem a bonança.

Diário Fotográfico de um Fulbrighter (3).

Vitral da Saint Paul’s Cathedral, uma das muitos igrejas de Pittsburgh (esta, curiosamente, é católica).

Uma das naves laterais da Saint Paul’s Cathedral.

Vista do quarto. Sempre que vejo este enquadramento lembro-me dos globos de neve, típicos do Natal.

Detalhe num dos muitos caminhos que percorri. Chamou-me à atenção o vermelho carregado das plantas e o contraste oferecido pela neve.

Diário Fotográfico de um Fulbrighter (4).

Este fim-de-semana consegui visitar o Carnegie Museum of Natural History. Este museu tem o primeiro fóssil de Tyrannosaurus rex a ser encontrado e reconhecido cientificamente. O fóssil em causa pode ser observado na foto e foi descoberto por Barnum Brown em 1902.

Vista superior de uma das galerias do museu.

Fóssil de um Stegosaurus.

Uma das escadarias do museu.

Diário Fotográfico de um Fulbrighter (5)

Esta semana visitei o Carnegie Museum of Art. Nesta foto está a seguinte pintura: “Wheat Fields after the Rain (The Plain of Auvers)”, 1890; Vincent van Gogh.

“Morning Glories”, c. 1900; Thomas Wilmer Dewing.

“Landscape near Aix, The Plain of the Arc River”, 1892-1895; Paul Cézanne.

“No. 11, New York, 1939-40”, 1939-1940; Charles Joseph Biederman.

 


Comentários